O Casamento Judaico

O amor não é apenas um sentimento, é acima de tudo uma ação!



Estou meio romântica esses dias, ou seja, decidi falar um pouquinho sobre o casamento judaico! Porém, eu quero deixar claro aqui que não é a minha intenção tentar converter alguém ou fazer qualquer tipo de proselitismo, pois o judaísmo é totalmente contra isso. No casamento judaico existem algumas regras e tradições, e ele também é diferente dos casamentos que são feitos por outras religiões, ou seja, vou contar tudo aqui pra vocês! 

Processo do namoro


No judaísmo os noivos só tem relações íntimas depois do casamento! Mas não é por preconceito ou pelo fato de acharmos que a noiva deve casar vigem! No judaísmo acreditamos que o amor verdadeiro é fruto de quem você realmente é e não de desejos carnais, ou seja, acreditamos que a partir do momento que os noivos já tem relações íntimas podem criar um laço que seja fruto de um desejo da carnal e não do amor verdadeiro. É claro que nem todas as linhas do judaísmo seguem essa tradição! 



Vestido de noiva


O vestido é branco mesmo, pois ele representa a pureza! E a cor deve ser branca, pois no dia do casamento todas as transgressões( pecados) do casal são perdoados! A noiva também usa um véu e ele representa que o noivo não ama somente a sua beleza, mas também a mulher que ela é por dentro. 





Chuppah


A cerimônia é realizada na chuppah. É uma tenda que representa o novo lar que os noivos vão construir juntos!! Ela também representa a bênção infinita de D”us e a harmonia conjugal. 





Quipá


Durante toda a cerimonia todos os homens devem usar quipá( chapeuzinho), pois ela representa que D”us sempre está acima de nós! 





Entrada dos noivos 


O noivo entra primeiro!! E acompanhado dos pais. O Antigo Testamento registra que D”us apareceu na montanha e esperou pelo povo de Israel. Outra razão é que o casamento só acontece com o consentimento da mulher. Isso justifica a chegada da noiva logo após a entrada do noivo, mostrando que ela realmente deseja a união. 


A noiva também entra acompanhada dos pais!! Ela entra com o rosto descoberto e assim que chega até o noivo, ele cobre sua cabeça antes deles entrarem na chuppah. 




Sete voltas


No início da cerimônia, a noiva e os pais dão sete voltas ao redor do noivo. Isso faz referência aos sete dias da criação do mundo. Quando o ritual termina, ela se posiciona ao lado direito do futuro marido, em sinal que sempre estará ao seu lado para o que der e vier.





Entrega das alianças


Esse é o ponto clímax da celebração judaica. A troca de alianças é um ato de santificação. A partir do momento que o noivo coloca o anel no dedo da noiva, eles já são considerados casados. E mais: a aliança deve ser colocada na mão mais forte da noiva – seja ela canhota ou destra. No judaísmo, o anel representa poder, autoridade e proteção. A aliança representa um círculo incondicional, perfeito e inquebrável.  O noivo diz: “Com este anel, tu és consagrada a mim conforme a lei de Moisés e Israel”. A partir desse momento, tudo será compartilhado: a vida, a casa, os bens, os sonhos, os pensamentos, tudo. 





Quebra do copo


Essa é famosa!!No fim da cerimônia, silêncio total. O noivo quebra com o pé direito um copo para lembrar a destruição do Templo em Jerusalém. O vidro representa a reconstrução e o ritual simboliza que o homem é mortal. 





Grito de guerra


Os convidados gritam “Mazel Tov”, que significa “boa sorte” em hebraico na hora da saída dos noivos.




Fonte








11 comentários:

  1. Olá.
    Que vestido lindo, e muito bom saber um pouquinho sobre outras culturas, é sempre bom aprender mais.
    Beijocas.

    meumundosecreto

    ResponderExcluir
  2. Achei interessante saber sobre mais a cultura do casamento judaico, eu conhecia algumas coisas como o uso de quipá. Na quebra de copo, é tradição usar somente o pé direito? Pois na foto do artigo o noivo usa o pé esquerdo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Depende a linha do judaísmo, mas o mais comum é direito.

      Excluir
  3. Olá!
    Acho em legal conhecer outras culturas e certamente as cerimônias de casamento são um ótimo espelho de todas as suas particularidades. Assim como os casamentos africanos e ciganos, acho os casamentos judaicos entre os mais emocionantes.
    Beijos!
    Gatita&Cia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não conheço a forma que é consagrada esses casamentos que você citou, mas fiquei mega curiosa! Haha

      Excluir
  4. Olha, eu sou evangélica, mas adoro entender sobre outras religiões, especialmente o judaísmo ☺ Sobre sexo depois do namoro: acredito muito nisso, acho que é algo bíblico totalmente e muito importante para a vida emocional e espiritual. Sobre o veu no casamento, que significado lindo! Adorei conhecer mais da religião ☺ Flores no Outono 

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico muito feliz em saber que você gostou! E sim o sexo depois do casamento é algo muito importante para o casal trabalhar a espiritualidade. Beijoooos!

      Excluir
  5. Muito interessante seu post, nunca tinha parada para ler a respeito das tradições de casamentos de nenhuma Religião, mas é muito legal saber e entender essas diferenças, achei bonito tbm. Bjkas

    ResponderExcluir
  6. Que bacana esse post, amei! Gostei de saber mais sobre essa cultura. Sucesso e mais posts assim!

    Carolina Gama

    ResponderExcluir

Copyright © 2013 | Design e Código: Amanda Salinas | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal